Repleta

Sou o que sou

Metade dor, outra metade flor

Inteira de amor

Um mistério profundo

Completa de vida plena

Singela, não discreta

Em festa

Vivo a alegria de ser o que ainda está por vir.

Na dor e delícia de ser REPLETA.


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Magdala