O espinho.

Atualizado: 28 de Jan de 2020

Tem um espinho no meio da flor. Um espinho que fere a flor. Flor que sangra leite de rosas. Leite que perfuma o jardim. Tem um espinho no meio do riso dela. Espinho que maltrata o riso dela. Riso que é triste e belo.

Beleza que encanta o coração.

Tem um espinho no coração do moço.

Espinho que judia do moço.

Moço que ama o riso dela.

Ela que não sabe amar.

Tem um espinho no meio do mundo.

Espinho que cega os corações do mundo.

Mundo que está perdido.

Perdido de amor pela flor.

E o espinho não ama ninguém.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Magdala

face.png
insta.png
ttr.png

Raiva Sacra... Uma Mulher e dois Olhos de Trovão.

Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer arte, desenho ou texto dele não pode ser reproduzido ou usado de forma alguma sem autorização expressa, por escrito, do autor ou editor, exceto pelo uso de citações breves em uma resenha ou com os devidos créditos. O conteúdo deste site é pessoal, qualquer interesse de uso ou parceria, entrar em contato com a autora pelo e-mail: bi.ortega.f@gmail.com