Flores pra ela?

Atualizado: 28 de Jan de 2020

Acordou, banhou, tomou o café, saiu. Pegou o ônibus lotado. Sufocada e esquivando dos tarados, Lá vai ela.

Chegou atrasada. Ficou estressada. E mesmo assim forçou sorrir, Olha ela.

Se deu conta que era dia dela Quando o cara da pasta amarela Sorrindo lhe disse assim: "Tão linda, tão singela, é ela Merece a flor mais bela." E na mão um punhado de flores, Respirou profundamente ela.

Pega a mochila, corre. No ônibus novamente. Se encolhe, pra ninguém se esfregar. Coitada dela.

Sala lotada. O professor entra e fala: "Felicitações à elas. Trouxe bombons!" Aquele que ontem fez piada delas. Ela senta, se esforça pra disfarçar. Tá frustrada ela.

Fim da aula, de volta pra casa. Ela sonha que um dia vai melhorar. Rotina dura, Mas é 8 de março, fica feliz. Tem flor e bombom. Se ilude ela.

Amanhã a comemoração acaba. Não tem flor, Mas tem piada. Se indigna ela.

Levanta e sai pra rua. Que a causa, é causa tua. E não tem homenagem que diga, Que hoje é dia de Luta. Se liberta ela.

Muito mais que flores e bombons, queremos respeito!

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Magdala

face.png
insta.png
ttr.png

Raiva Sacra... Uma Mulher e dois Olhos de Trovão.

Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer arte, desenho ou texto dele não pode ser reproduzido ou usado de forma alguma sem autorização expressa, por escrito, do autor ou editor, exceto pelo uso de citações breves em uma resenha ou com os devidos créditos. O conteúdo deste site é pessoal, qualquer interesse de uso ou parceria, entrar em contato com a autora pelo e-mail: bi.ortega.f@gmail.com