Assim como Belchior

Atualizado: Jan 28

Me orgulho do meu medo de ET E finjo bem não temer a idade que me alcança Não tenho medo do escuro Mas do bicho papão

Perdi medos de criança Ganhei medos de adulto Medo do boleto que atrasa Da falta de grana Medo de crescer

Medo, medo, medo… MEDO.

“Medo, o meu boi morreu, o que será de mim?”

2 visualizações
face.png
insta.png
ttr.png

Raiva Sacra... Uma Mulher e dois Olhos de Trovão.